facebook-domain-verification=roo53y4pqzaug20o6ieiu925kgvs4h
 

Dicas para uma Pelagem Exuberante – PARTE 2

Para uma pelagem saudável e também exuberante é importante priorizar alguns aspectos.

Vamos a eles:


1) O Básico:

Alimentação Super Premium: partimos do óbvio, sem uma nutrição adequada, balanceada e de qualidade o cão, como um todo, terá deficiências. Hoje existem diversas opções de rações premium para você escolher. Para seu cão ter uma pelagem completa e plena o primeiro passo é avaliar se ele está se alimentando realmente bem.

Rotina saudável: seu cãozinho tem uma vida ativa, faz exercícios, socializa com outros cães? Assim como nós, os cães tem necessidade de estímulos, precisam se exercitar, gastar energia para manutenção da sua saúde. Lembre-se, seu cão será reflexo da vida que você proporcionará para ele, tanto fisicamente como comportamental.


2) Dedicação à pelagem

Não existe formula mágica, para seu pet ter uma pelagem maravilhosa, extraindo todo potencial genético que pode apresentar você terá que ter zelo, conhecer algumas particularidades da raça e ter persistência. Parece complicado, mas é muitoooooo simples, vejam só:


Escovação: duas vezes na semana você terá que fazer uma boa escovação utilizando escova/pente adequados e fluido para evitar o prejuízo do subpelo com a fricção (assunto visto da postagem Etapa 1).

A escova adequada precisa ter pinos, sem bolinha na ponta. Nunca utilize rasqueadeira. Pente metálico também é ótimo para finalização. A maioria das escovas é muito dura para o pelo do Spitz, irá puxar o subpelo e/ou rasgar o revestimento exterior, dividindo-o e quebrando o eixo dos fios.


Em relação ao uso do fluido na escovação, utilize muito pouco produto, pouco mesmo, apenas para umedecer levemente, lembre-se que você não usará secador. Observando distância do corpo do Spitz, borrife o produto, faça uma leve massagem para o fluido distribuir-se pela pelagem e pronto, escove.

Com o pente ou escova faça movimento de baixo para cima e de cima para baixo, sempre terminando na direção oposta ao crescimento do fio para proporcionar volume.

A escavação precisa ser feita por etapas, leva um tempinho mesmo. Faça camada por camada. E lembre-se, uma pelagem exuberante tem volume, então seus movimentos de escovação sempre terão que priorizar esse fim. Escove contra o crescimento do pelo, isso fará com que a raiz fique armada.


Produtos corretos: a manutenção correta faz uma enorme diferença na saúde e aparência do pelo. A escolha dos produtos adequados a isso é essencial. Se você utilizar um produto feito para pelos macios, sedosos e lisos, os componentes serão diferentes de um shampoo pensado para volume, por exemplo. Em nossa opinião, para quem faz a manutenção do cão em casa, o ideal seria um bom shampoo de volume e um fluido para a escovação. Esse fluido servirá para diminuir o atrito da escova ou pente com os fios, agredindo menos a pelagem e facilitando o processo de fixação lipídica natural aos pelos, reordenando ativos naturais do organismo.

Nossa sugestão é que o fluido tenha em sua composição proteína do trigo ou D- Pantenol, ou outro componente leve que não pese no pelo e acabe tirando o volume. Tenha o costume de ler a composição dos produtos e questionar ou pesquisar a função deles no pelo.

Produtos adequados promovem maior permeabilidade, favorecem a distribuição e fixando a carga lipídica ao fio favorecendo que a oleosidade natural da pele cumpra seu papel.

Já produtos com sua formulação a base de ativos sintéticos pesados, selam o pelo, pesando, impedem a permeabilidade.

Banhos: sim, banhos de imersão a cada 21 a 25 dias. Nunca dê banhos semanais ou quinzenais. Não é necessário. Lembre-se, a pelagem primária do Spitz Alemão é semipermeável, justamente para evitar umidade, ele não se molha com facilidade. E também tenha em mente que o Spitz tem oleosidade baixa, com banhos excessivos você a retira da pele. Nada pode ser melhor que a oleosidade natural que já é do cão. Somando a esse ponto acima, e retomando o que já falamos na postagem anterior, o banho é um evento estressante para a pelagem, pensem comigo: água, massagem do shampoo, toalha, secador, escovação... tudo isso gera atrito, imagine esse processo semanalmente, o subpelo sofrerá bastante e assim não se mantém.

Se, por acaso, ele estiver sujo nas patas, bumbum, ou necessitar de um banho, você ainda pode optar pelo banho a seco, usando o mesmo fluido, mas em quantidade maior, e usando secador. Secador só na temperatura morna.


Como dica: a forma da escovação é dada pelo secador, ele arma a pelagem a partir da raiz na direção aposta ao crescimento do pelo. Escove por camadas da raiz as pontas. Lembre-se que a direção do secador sempre precisa ser contra o direção do crescimento da raiz para o resultado de volume.

Por fim, não recomendamos condicionador, com bons produtos ele não se faz necessário. Utilizamos um fluido desembaraçador após o banho, depois de tirar o excesso de água com uma toalha, com o pelo ainda úmido, para facilitar a escovação e a secagem.

Tosa higiênica: nossa indicação é que se faça apenas a tosa recomendada para a raça, ou seja, a tosa higiênica e o trimming nas pontas do pelo primário.

Em relação a tosa higiênica reforçamos a importância da limpeza das almofadinhas, para impedir que o cachorro escorregue no chão liso. Na região íntima a tosa impede o odor e a sujeira oriunda de fezes e urina. Ela está diretamente relacionada às áreas de evacuação e esse cuidado evita que os restos de fezes e urina fiquem presos a pelagem proporcionando o aparecimento de parasitas e bactérias que podem resultar em doenças. Nunca utilize máquina, sempre tesoura semi dentada.


Faremos mais conteúdos específicos sobre a importância do cuidado com as tosas.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
002.png